terça-feira, 15 de janeiro de 2013

Capa - Edição 125

Herculano Neto e Edney Santana

Edição 123 - Capa

O que pensa Cassinho pré candidato à Prefeito pelo PP sobre a nossa Infraestrutura municipal


Cássio Requião

O município de Santo Amaro carece de ações ousadas, rápidas e voltadas para o seu crescimento e desenvolvimento, sem o que estará fadado a se transformar num amontoado de casas, gerando um estrangulamento urbano, indisciplinado e insuportável para o convívio do homem com o seu habitat.

Percebe-se a indisciplina urbana e nada se tem feito para frear o que se chama de crescimento, sim, crescimento desordenado, sem nenhum planejamento, a curto, médio e longo prazos. Santo Amaro vive o curtíssimo prazo. Nota-se, no dia a dia, imóveis sendo desfigurados para atender uma necessidade imediata, para que seja implantado um novo estabelecimento comercial, sem levar em conta o tipo da construção, finalidade e implantação, se em área residencial, ou comercial, pouco importa.

Esse crescimento desordenado nos leva à falsa impressão de uma vertiginosa mudança na gestão pública municipal, que ao invés de criar as condições para a expansão urbana, destrói o que existe e no mesmo lugar permite abrir e um comércio qualquer, aumentando o congestionamento de veículos e de pessoas, a exemplo da rua Direita.

Não existe nenhuma política de expansão urbana, senão, o que vem acontecendo não seria permitido, pois, o planejamento disciplinaria tudo que pudesse interferir na vida da cidade e do cidadão.

Ademais, não se pode nem se deve gerir um município com uma visão estagnada no centro da cidade, esquecendo as periferias, os distritos, as vilas, enfim, os lugarejos. Temos que ter uma política de infraestrutura voltada para todo o município, para beneficiar o cidadão, independente do seu lugar de moradia e da condição sócio-econômica.

Produziremos, sim, uma política única para dotar o município de uma INFRAESTRUTURA decente e que permita o seu crescimento ordenado.

O exemplo que deve ser observado pelos santama-renses de como não se deve promover uma explosão habitacional, é a CANDOLÂNDIA. Há aproximada-mente 40 anos vivem os seus moradores em condições de habitação inadequada, sem os serviços básicos disponíveis como saúde, educação, transporte, lazer e outros serviços. Ao longo desse período cada gestor fez um pedacinho, mas, não atacou o problema, nem deu uma solução definitiva, só serviços a conta-gotas, embora com recursos disponíveis na CAIXA ECONÔMICA FEDERAL, para suprir todas as necessidades de infraestrutura, e mais, desse populoso bairro.

Referendadas por uma visão política partidária que visa o desenvolvimento, sem perder de vista a identidade da coletividade enumero obras que vão melhorar a infraestrutura da cidade na disseminação do senso comum apoiado em experiências do dia a dia outrora vividas como Secretário de Infraestrutura e Diretor Residente do Derba deste município , como :

Construção

Avenida São Bento ao Centro de Abastecimento,

Ligação

Alto do São Francisco a Pitinga,

Avenida Caboclo ao Pilar via Ilha do Dendê;

Nova Santo Amaro a Caeira;

Pavimentação a paralelo

Garantir 5km dessa pavimentação na sede/ano , a saber:

Bela Vista,

Ladeira das Virgens,

Portal,

Canabrava,

4ª Travessa da Caixa Dàgua,

Buraco da Gia ,

Pilar,

Ilha do Dende

Gericó.

Ruas no Verde Vale,

Polivalente,

Trapiche de Baixo,

Nova Santo Amaro,

Pitinga e São Brás.

Mercado Municipal a Ponte do Muringue, entre o muro do cais e o meio-fio existente, colocando balaustradas;

Dragar o Rio Subaé;

Retomar as obras da Candolândia conforme o projeto da Caixa Econômica Federal;

Assegurar os serviços de manutenção das obras públicas e urbanísticas;

Pavimentação asfáltica

Garantir 10km de pavimentação asfáltica/ano com TSD (Tratamento Superficial Duplo) nos distritos de Pedra, Acupe e Oliveira com os recursos dos royalties, concluindo assim os serviços de pavimentação no município durante o período da gestão.

Governos Federal e Estadual

Buscar Recursos

Implantar o Anel Rodoviário

Retomar o programa de casas populares;

Reformar e construir escolas;

Construir e revitalizar postos médicos;

Melhorar estradas vicinais com encascalhamen-tos;

Expandir e conservar os serviços de iluminação publica;

Implantar o programa Água para Todos nas localidades mais distantes;

Efetuar serviços de drenagem de córregos e valas com desmatamentos, reduzindo assim os alagamentos indesejáveis na Sede e nos Distritos.

Destinação dos Recursos obtidos

Construção do cais do Ideal e do cais em frente ao teatro Dona Canô;

Construção de uma nova avenida ligando o Botafogo ao Cigano pela Avenida Getúlio Vargas, para desafogar o trânsito da ponte do Muringue, permitindo novos acessos aos bairros da Caixa D´água, Botafogo, Sacramento, Canabrava, Rui Barbosa, Centro, Ideal, Gericó, Pedras e Oliveira dos Campinhos;

Rede de esgotos nos distritos.

Recuperação dos antigos casarões, em ruínas.

Aprendi muito nos últimos anos com a vida pública, sobre o que é preciso para construir uma cidade mais humana e, posso garantir que a maioria das intervenções em alguns lugares são realmente complexas por conta da historicidade e sentimento de pertence inerente a comunidade.

Acredito que o entendimento preliminar das melhorias alavancadas pela população santamarense não gerarão conflitos, haja vista, as inquietações dos Líderes de Classes e sociedade civil em suas colocações inflamadas sobre o desejado e o realizado.

O diálogo é um dom que exerço no cotidiano familiar e profissional.

As propostas são elementos facilitadores que visam a comunicação com a sociedade civil, a partir das considerações levantadas dos espaços onde ocorrerão as intervenções, planejadas conforme as necessidades dos moradores e o desejo administrativo.

O que pensa Flaviano pré candidato à Prefeito pelo PMDB sobre a nossa Infraestrutura municipal

Flaviano Rohs
Uma administração pública moderna, honesta e competente é o desejo de todo administrador público responsável e que ama a sua cidade. Entretanto, ainda hoje deparamos com uma série de críticas sobre a ineficiência da atual administração.

Embora Santo Amaro esteja passando por um momento muito delicado da sua vida pública, isso não significa que todos os problemas que se apresentam sejam insolúveis, que não possam ter solução. Santo Amaro hoje em termo de arrecadação vai muito bem, chegando a arrecadar em média R$ 6.000.000,00 (seis milhões de reais) por mês, obtendo até este momento (3 anos e 3 meses), um montante de mais de R$240.000.000,00 (duzentos e quarenta milhões de reais), onde, só a titulos de Royaltes do Petróleo (que por Lei Federal devem ser utilizados em obras de infraestrutura e existe uma Lei Municipal de autoria do então Vereador Justino Oliveira, onde cria a obrigatoriedade do uso de 50% desses recursos nos distritos) já foram arrecadados mais de R$9.000.000,00 (nove milhões de reais), não justificando o total abandono aos distritos e bairros periféricos. O que realmente foi feito com tanto dinheiro? Se as poucas ações foram feitas com os recursos dos governos Estadual e Federal!

Gostaria aqui de me debruçar em vários Planos de Ações Governamentais, mas como nessa edição é para versar sobre o tema INFRAESTRUTURA, irei expor meu pensamento sobre o assunto.

É preciso pensar grande nos anos decisivos da infraestrutura e PLANEJAR é a melhor ferramenta. E não vejo em nosso município um planejamento para as ações de infraestrutura, só o desrespeito a Lei de Uso e Ocupação do Solo em conformidade com o Estatuto da Cidade, o desconhecimento do PDDU-Plano Diretor de Desenvolvimento Urbano e a falta de fiscalização.

2014 o País sediará a Copa do Mundo de Futebol. Teremos jogos em Salvador que fica a apenas 72Km de Santo Amaro. A administração municipal não fez um projeto para a inclusão da Cidade no roteiro da Copa, junto ao PAC 2 , que vem liberando volumosos recursos para as cidades próxímas às Cidades Sedes da Copa. Santo Amaro ficou fora , perdendo essa oportunidade.

0O PROGRAMA MINHA CASA MINHA VIDA do Governo Federal é outro projeto de infraestrutura e expansão urbana, que a irresponsabilidade e incompetência da gestão municipal não levou adiante, pois a princípio o Gestor disponibilizou para esse Programa uma área proibida a sua utilização, por causa da contaminação por metais pesados.Sendo assim, o Prefeito propagou que já estariam disponibilizadas outras áreas e até hoje não foram iniciadas.

Outra grande obra de infraestrutura do município é a de reurbanização do bairro da Candolândia através do Programa Federal HBB-Habitar Brasil Bid, que mesmo com quase R$8.000.000,00 (oito milhões de reais) liberados pela Caixa Econômica Federal.Vejo o engano contra a população, calçar apenas duas ruas, com tantos recursos disponíveis. Além de não estar seguindo a projeto inicial que dispõe de desapropriações de casas para abertura de novas ruas, construção de creche, quadras poliesportivas, escolas, estruturação do campo de futebol, novas habitações, iluminação pública de ultima geração, etc..., ele está descaracterizando o conjunto do projeto, correndo o risco de ser cancelado o convênio e a referida população ser penalizada por irresponsabilidades do gestor.

Como pré-candidato a prefeito, tenho minhas idéias para o desenvolvimento do meu município através da infraestrutura e irei expressar, mesmo sabendo que darei luz a cego, mas se essa luz realmente servir para o bem desta terra, que assim seja.

0SANEAMENTO BÁSICO E PAVIMENTAÇÃO : em caráter de urgência na infraestrutura é preciso efetivar aações nos distritos e bairros periféricos do município nas rede de esgoto domiciliar, rede hidráulica de abastecimento e rede de esgoto pluvial, para que após essas ações, realize novos calçamentos e recuperação dos mesmos até chegar ao centro da cidade.

REVITALIZAÇÃO DAS ENTRADAS DA CIDADE: sao três as entradas da cidade; que são as que para quem chega de Salvador; para quem vem de Cachoeira; e para quem vem de Feira de Santana passando pelo Distrito de Oliveira dos Campinhos. Vejo nessas entradas o descaso. É preciso estrutura-las com boa posteação e iluminação, arborização, calçadões de acesso aos transeuntes, pista de ciclismo, limpeza constante e construção de arcos de boas vindas com símbolos retratando nossa história e importância. Até porque existe um ditado que diz: “Se conhece a cara de uma administração de uma cidade pela entrada”.

IMPLANTAÇÃO DO ANEL RODOVIÁRIO: efetivar junto ao Governo do Estado a construção do Anel Rodoviário baseado em estudos técnicos já elaborados e que se encontra no PDDU há mais de 10 anos. Será uma obra importante para retirar o tráfego pesado de dentro da cidade e conciliar com o crescimento ordenado através da expansão urbana.



RETIRADA DA LINHA FÉRREA: retirar a linha férrea que passa por toda extensão da cidade, baseado no projeto do Governo Federal (DNIT), preservando a vida dos moradores aos riscos de acidentes e transformar em uma grande avenida, com canteiro central, iluminação, duas pistas e arborização. Com essas ações valorizaremos as residências e terrenos de toda extensão e ainda interligaremos os bairros do PILAR, ILHA DO DENDÊ, DERBA, DOIS DE JULHO, CANDOLÂNDIA, SACRAMENTO, IDEAL, BONFIM E CAIXA D'ÁGUA.

ACESSIBILIDADE PARA DEFICIENTES: recuperar calçadas, construir rampas de acesso, instalar sinalizações, preparar os orgãos públicos para o acesso dos deficiêntes e fazer valer a Lei Minicipal de Acessibilidade aos orgãos privados.

REVITALIZAÇÃO DA ORLA DO RIO SUBAÉ: implantação de drenagem, dragagem e recuperação das margens, com novas vias para pedestres, construção de ciclovias ao longo , melhoria da conformação do espaço disponível, com adequação dos sentidos e fluxos otimizando as vias existentes, atendendo as demandas de mobilidade e deslocamento do Transporte Público e do Trânsito com iluminação das suas margens.

EXPANSÃO URBANA: ligação entre os bairros abrindo novas ruas de acessos e criação de novos bairros para um crescimento urbano ordenado.

HABITAÇÃO: elaborar projetos para criação do Fundo Municipal de Habitação Popular e Saneamento, incrementando a captação de recursos para o financiamento de materiais e produção de lotes urbanizados para as famílias de baixa renda. Fomentar e atrair para a cidade, os programas com a Caixa Econômica Federal; PSH-Programa de Subsídio Habitacional (rural e urbano); PAR-Programa de Arrendamento Residencial; PCS-Programa de Crédito Solidário(associativo em parceiria com entidades de classe; HBB-Programa Habitar Brasil Bid.

INFRAESTRUTURA RURAL: recuperação e manutenção das estradas vicinais e priorização do abastecimento de água e energia a todos os domicílios.

É baseado nisso, que convoco todos os munícipes a se aproximarem, e participar de todas as discurções e debates dos candidatos ao executivo municipal, opinando e defendendo suas idéias. AGORA VAI!!!

Em Foco Nossa Cultura - Ninho Nascimento Entrevista Marcel Fiuza


Quando você se encontrou com a música?

Na verdade eu sempre fui uma criança muito musical e minha mãe sempre foi a minha grande incentivadora porque ela é fã de Elis Regina e me acostumei a ouvi-la desde pequeno. Fiz teatro no NICSA com a professora Marcia Costa que também foi outra pessoa que me ajudou muito. Me apaixonei pelo teatro, e quando encerrou o meu período na escolinha de artes do NICSA, Péterson Figueredo (meu colega de sala, filho de Júnior Figueredo) e eu, começamos aquela fase de bandinha de escola, fizemos uma banda de pop rock chamada Império Primitivo, que é o nome de uma música que fiz; Péterson tocava violão e foi ele que me sugeriu que cantasse ao invés de tocar um instrumento e foi dessa forma que nasceu Marcel cantor. Em 13 de agosto 2005 fiz meu primeiro show profissional no Teatro Dona Canô e de lá pra cá a música foi tomando conta de mim, isso é o que realmente gosto de fazer pras pessoas, pra mim...

Além do incentivo da sua mãe, onde você vai buscar inspiração para sua música?

Meu artista de cabeceira é Djavan, mas é claro que, morando desde pequeno numa cidade como Santo Amaro é inevitável não gostar de Caetano Veloso, aqui a gente respira Caetano e Maria Bethânia em cada esquina e, convivendo com isso desde criança eles também passam a ser fonte de inspiração para todos nós santamarenses , sem falar em Gilberto Gil que é um grande mestre. Ouço outros estilos, também gosto muito de blus, de jazz, qualquer música sendo boa é uma boa fonte de inspiração.

E dos artistas contemporâneos a você, de quem você gosta?

Lenine é riquíssimo! Fantástico! Grande arranjador e para mim, o grande nome da atualidade.

A dificuldade de se viver de música num mercado tão disputado, principalmente pra quem está chegando agora, às vezes não lhe desestimula?

A dificuldade existe em todos os setores, não apenas na vida artística, mas quando você acredita em você e acima de tudo em Deus, as adversidades vão te fortalecendo. Em todas as regiões do Brasil faltam incentivos para a cultura, isso é lamentável num país tão rico e de tamanha diversidade cultural, mas a gente, gostando do que faz e procurando ter um bom relacionamento com as pessoas e respeitando o espaço de cada um, consegue seu próprio espaço e minimiza as dificuldades existentes. Fama é consequência do trabalho, eu quero mesmo é o reconhecimento sincero, quero mesmo é conseguir emocionar as pessoas porque isso não tem cachê que pague...

Tivemos recentemente uma Festa da Purificação considerada muito boa e de oportunidades sem precedentes para os artistas da terra, inclusive com a colocação de um palco na Rua do Amparo que parece ter sido o grande diferencial da festa, o que achou da novidade?


Marcel Fiuza

Mudança é uma coisa que às vezes assusta, mas achei a inovação muito boa, foi uma festa que agradou todas as tribos. Quem quis curtir a festa de bloco ganhou um outro circuito, o pessoal do axé e de outras grandes atrações foi para o palco 1 e aqui no Amparo, no palco Tropicália, foi simplesmente mágico poder curtir de pertinho artistas como Flávio Venturini que fez um show incrível! Beto Guedes, Luis Melodia, esses artistas que marcaram a vida de muita gente e outros tantos como Roberto Mendes, Eduardo Alves, Lívia Milena e Márcio Valverde. Esse palco foi um grande achado e acho que quem viveu essa experiência não vai esquecer tão cedo, espero que no próximo ano a coisa funcione de forma igual, ou melhor. O ambiente era bem caseiro, bem familiar, todo mundo sentado ao por do sol, lindo! Eu pude levar minha mãe, minha avó, sem medo de tomar empurrões, adorei participar disso, foi muito legal.

Você já amadureceu ao ponto de querer gravar o seu próprio cd, me fala um pouco de como você pensa realizar esse trabalho:

Minha idéia é fazer um cd totalmente autoral porque assim acho que conseguirei transmitir um pouco do que penso, num disco autoral o artista da voz ao que ele pensa, é onde o artista erra e acerta, espero conseguir acertar mais do que errar. Márcio Valverde vai fazer a produção do cd, mas vou contar com o apoio de grandes amigos, principalmente o grupo que já me acompanha há algum tempo e que compartilha comigo das mesmas idéias, das mesmas vertentes musicais, espero fazer um trabalho de qualidade e que realmente agrade.

Não é arriscado fazer um disco de estréia só com canções próprias e todas inéditas?

O gostoso da vida é correr risco. Eu gosto de correr riscos, até mesmo nos shows em barzinhos quando pego por exemplo uma música de Caetano ou Djavan que não é muito conhecida e toco com arranjos diferentes. Gosto de fazer isso.

Marcel, é inegável que hoje, Santo Amaro está caminhando melhor que em outros tempos, e a nossa secretaria de cultura, caminha nesse mesmo ritmo?

Santo Amaro como um todo vem passando por uma transformação, aos poucos a cidade vem se modernizando. Santo Amaro vive um bom momento e, na minha opinião a secretaria de cultura acompanha o ritmo, sim. A Festa da Purificação este ano, por exemplo, foi muito bem feita no que se refere à estrutura e atrações e acho que a tendência é melhorar. Como ressalva gostaria de falar que o coreto no meio da praça está carente de eventos, tem acontecido alguns, mas são muito poucos. É preciso acontecer mais coisas e de forma mais regular: apresentações das filarmônicas é uma coisa que atrai famílias para a praça e isso é muito bacana.

Que cantora seria o sonho de consumo para gravar uma canção sua?

A cantora que eu gostaria que gravasse uma música minha, infelizmente, é impossível, a menos que isso fosse feito numa sessão de mesa branca (risos) porque ela já está num outro plano espiritual, seria Elis Regina, mas Maria Bethânia também é o desejo de todos os compositores e, no meu caso seria muito por curiosidade para saber de que forma ela iria me devolver essa música. Bethânia quando grava qualquer compositor parece que ela desmonta tudo que você fez, remonta a música, dando a impressão que essa música não é mais sua. Chico Buarque já falou isso, Roberto Mendes fala, Marcio Valverde também e de fato é verdade. Então ser gravado por Bethânia significa que estou fazendo meu feijão com arroz bem feito, das cantoras mais novas gosto muito de Vanessa da Mara, acho que ela canta com muita espontaneidade e de forma muito divertida.

A geração da cidade que vem depois de você tá interessada em que Marcel?

A juventude está deixando de lado muita coisa e isso é muito preocupante. No alto dos meus 23 anos, percebo que falta interesse por parte dos adolescentes não só boa música, mas até mesmo pelos bons costumes, com raras exceções a galera jovem não tem o habito de dar bom dia, boa tarde, por favor, muito obrigado, com licença, não respeitam os idosos. Estudei no José Nery a infância toda e me lembro com saudades da chegada na escola, tinha a hora da reza, no pátio, isso não se vê mais, o que se vê hoje são alunos agredindo professores, inclusive em escolas particulares, isso é inadmissível, parece que estamos voltando à era medieval. Mas eu não perco a fé de que os jovens voltem a se interessar pela leitura, pela boa música, pelos bons costumes...

Parece-me que a música baiana que chamamos de axé já teve uma fase pior. É impressão minha ou a qualidade das letras tem melhorado um pouco?

Acho que a qualidade desse tipo de música na Bahia tá melhorando sim, hoje são dois ou três grupos isolados que insistem em apelar. Os próprios grupos de pagode já perceberam que a música ruim não é o caminho. Música de duplo sentido é uma coisa, pornografia sonora é outra totalmente diferente. A coisa está mudando até porque as bandas de rock, pop rock e reggae estão ganhando mais espaço, então quem faz música ruim tem que dar uma melhorada no seu trabalho. Gosto muito mais do São João do que do carnaval exatamente por isso, porque a música junina, o forró, é uma música muito melhor. Por falar em forró, estamos comemorando este ano o centenário de Luiz Gonzaga, você também curte o rei do baião?

Eu sempre fui um menino muito curioso pra tudo e minha avó tinha uma coleção de discos de vinil e nesse universo de discos encontrei um vinil antiguíssimo do trio nordestino que tinha as músicas mais antigas possíveis de Luiz Gonzaga e fiquei louco pelo repertório. Tem São João na Roça, que eu gravaria, Assum Preto que é uma música triste, mas lindíssima e outras bem mais antigas, todas maravilhosas! Acho que qualquer artista que gravar um cd só de Luiz Gonzaga ficaria satisfeito com o resultado, é fácil gostar e cantar Luiz Gonzaga, ele é um mestre, uma referência musical para todos nós!

O Pulha

Câmara

Coluna de Betinho d`Saubara

Coluna de Betinho d`Saubara

REINADO DO GORDO

Durante os festejos carnavalescos / 2012, em Salvador, Recife, Rio de Janeiro e São Paulo – o milionário Valdomiro Rocha Dias “Vadinho Gordo” – esteve participando de vários eventos momescos, contudo recebendo altíssimos cachês publicitários. Segundo palavras de Cuiúda (Assessor Especial do Gordo) – “A grana correu solta. Somente para tirar uma fotografia ou dar um autógrafo – o Rei Momo – estava cobrando alto”. A fim de gastar uma pequena parte do dinheiro (adquirido no carnaval) – a mínima comitiva do reinado estará viajando com destino a Bariloche – para degustar um apetitoso churrasco.

NIVER DE JOÃO DE DEUS –

Dia 08/03, na cobertura da Mansão João de Deus (Rua Barão de Sergy, s/nº - Santo Amaro), familiares, amigos e colegas de João de Deus “João da Caixa Econômica”- se reuniram para comemorar o seu badalado e concorrido aniversário – tudo pelo valor de 0800. Como de praxe Marly (esposa do aniversariante) preparou uma deliciosa anduzada (elogiada por Itagildo Mesquita e Nelson Oliveira Santos).

FESTIVIDADE VIP

No point do espetinho do Miau (bairro da Purificação), dia 14/03, a partir das 22 horas - os intelectuais professor Ediney Santana (filho da senhora Zelinha) e Sérgio Damião Pereira (filho da senhora Ana do “acarajé”), reuniram seus convidados especiais: Boris de Azevedo, Valdir do Carmo e Dinho do “sebo” - a fim de festejarem seus aniversários – com todos os comes e bebes - patrocinados pelo professor de matemática Jaime Agripino e esposa. Os ricos bate-papos sobre poesia, literatura, cinema, música e dança foram a tônica das seletas comemorações natalícias.

PAIXÃO DE CRISTO

A fim de curtir a “ressaca do aniversário” – os familiares e amigos de João de Deus – patrocinaram uma excursão de cinco dias percorrendo alguns dos estados da Região Nordeste do Brasil (Sergipe, Alagoas e Pernambuco). A comitiva convidada ficou hospedada no HOTEL DES ARTS (Boa Viagem / Recife) – tudo patrocinado por Gustavo “Guga”.. O grande destino do passeio: assistir a encenação da “Paixão de Cristo” de Nova Jerusalém (Pernambuco) – encenado “no maior teatro ao ar livre do mundo”. As estatísticas dão conta que a peça “já foi vista por mais de três milhões de espectadores do mundo inteiro”. Totalmente imperdível! Segundo informações dos organizadores, “Os cenários construídos por trás das imponentes muralhas que cercam o teatro, patrimônio cultural de Pernambuco, criam uma atmosfera de realidade e fazem o público se sentir parte da história de Jesus”. Que maravilha! Quebrando recorde de público, o apoteótico evento teatral foi realizado durante o período de 30/03 a 07/04/2012, quando em cena estiveram “mais de 50 consagrados atores e cerca de 500 figurantes – que reviveramos instantes finais da vida de Jesus Cristo. Agora, em 2012, grande elenco da TV Globo: Larissa Maciel (Maria), Ellen Rocche (Herodíades), Caco Ciocler (Judas) e Mouhamed Harfouch (Herodes) juntaram-se aos pernambucanos José Barbosa (Jesus Cristo), Ricardo Neves (Pilatos), Ricardo Mourão (Caifás), Ednaldo Lucena (Anás) e Wilma Gomes (Madalena) – a fim de formarem o elenco principal. Faça turismo! Não deixe de assistir um belo e emocionante espetáculo teatral.

CRUZEIRO DO XUXA

Os proprietários do Bar e restaurante “cravo e canela” (bairro do Sacramento) Carlinhos Xuxa e esposa – excursionarão por alguns dos países da América do Sul (Argentina, Uruguai, Paraguai, Colômbia) – num cruzeiro internacional (tudo pago por “Mexeu” – um dos poderosos do Sacramento).

CARANGUEJO DO TAXI

Feliz da vida, mesmo enfrentando sérios problemas, usando de sua sábia filosofia, o conhecido taxista Washington “Caranguejo do Taxi”, nos ensina: “Nada a reclamar, só agradecer”. Vamos meditar? Vamos Refletir?

M. CARVALHO

Brevemente, na semana das comemorações do “13 de MAIO” – “Bembé do Mercado” - os poderosos M.Carvalho e Lapernê – estarão realizando um grande evento musical (surpresa) – com a participação de bandas sertanejas.

PÁSCOA DO GORDO

A fim de manter a tradição da “Semana Santa” – o megaempresário Valdomiro Rocha Dias “Vadinho Gordo” – mandou distribuir cestas básicas de alimentos, contendo bacalhau, azeite de dendê, azeite de oliva, farinha, camarão, quiabo, castanha, amendoim. Cada família teve direito a cinco litros de vinho . Irmãos santo-amarenses foram contemplados com estes alimentos. Segundo Francisco “Chico” da Loja Insinuante, “O Gordo liberou geladeiras para conservar os alimentos”. As crianças foram presenteadas com barras e ovos de chocolate.

LUCIANINHO CALDAS

Num ambiente sofisticado (Espaço do Bar “Águas e Águas” – , dia 30/03, o vereador Luciano Caldas e sua esposa professora Selma – com glamour e elegância festejaram o niver do filho Lucianinho Caldas. A fim de presentear o aniversariante, familiares e amigos patrocinaram a grandiosa festa: decoração (Valdomiro Caldas Filho), doces (Cidinho), salgados (Patrícia), DJ Ranulfinho – o melhor da região (Maria das Graças / avó materna), refrigerantes (Eliane Caldas – esposa do vereador José Carlos Rocha Lima), frios e massas (Mone e Chico), traslado de taxi para os convidados (Vinicius Caldas), roupa do aniversariante (Matheus Gabriel, nove meses, filho de Cidinho e Patrícia). Curtindo a festa dos seus dez aninhos, Lucianinho – brincou a valer cercado pelos colegas da Escola Professor José Silveira.

DANÇA DA GALERA

Rememorando o artista pop Andy Warhol (1968) – quando afirmou “no futuro, todo mundo será famoso por 15 minutos” - centenas de santo-amarenses participaram dos ensaios e momentos da gravação do especial / participação de Santo Amaro – na “Dança da Galera, esperançosos de realizar um sonho: serem famosos por alguns minutos na mídia da TV Globo (Programa do Faustão).

VIOLÊNCIA NAS ESCOLAS

Os senhores pais estão acompanhando o dia-a-dia dos seus filhos nas escolas? Poucos – estão acompanhando. Muitos – não estão acompanhando. A violência está aumentando nas escolas. Constantemente, os meios de comunicação estão divulgando: “estudante atira em colega, diretor (a)/ professor(a)/funcionário(a) da escola...” Aqui em Santo Amaro, nas salas de aulas, constantemente são observados comportamentos estranhos: agressividade, desânimo, desleixo, irresponsabilidade, falta de atenção aos estudos, falta de respeito aos mestres e colegas. Os senhores pais não aparecem nas escolas para conversar / dialogar com a direção e professores sobre seus filhos. Os senhores pais estão olhando as mochilas / sacolas dos seus pupilos e pulas? Não. Em vez de livros / armas (facas / revólveres). Os senhores pais estão acompanhando os passos dos seus filhos? Não. Muitos filhos saem de casa e não vão para as escolas. Os pais estão sabendo? Não. Muitos alunos não fazem seus deveres escolares / não apresentam trabalhos. Muitos alunos não estão sabendo: ler / escrever / falar. Os pais estão sabendo? Não. Muitos filhos vão para as escolas (criar problemas / agredir colegas, professores, diretores e funcionários) e não assistem aulas. Os pais estão sabendo destas coisas? Não. Os pais estão acompanhando, controlando seus filhos? Não. Os abnegados pais estão visitando as escolas, a fim de conhecerem os professores dos seus filhos? Não. Os pais / ou responsáveis estão procurando os diretores das escolas – a fim de saberem o grau de aprendizagem e dificuldade dos seus filhos? Não. Os pais estão fiscalizando – as péssimas companhias – dos seus queridos filhos? Não. Quem são os falsos colegas dos seus amados filhos? Os pais estão observando os falhos comportamentos dos seus filhos? Não. Favor acompanhá-los! Muitos estudantes conscientes ou não, já estão enveredando nos caminhos da perdição (drogas, prostituição, furto). Senhores pais – acordem, fiquem alertos – quem sabe - a perdição já esteja circulando sua família, seu lar. Não sejam os últimos a saberem - que seu filho, que sua filha – já está ingressando no mundo das drogas. A violência está ocupando todos os espaços freqüentados pela sociedade. A população está temerosa a todo e a qualquer tipo de vandalismo, de agressão física / moral. A família deve fazer parceria com a escola: procurar saber como está o aluno / a aluna. Senhores pais – favor seguirem estes alertas. A situação nas escolas está grave!

VISITANTES INTERNACIONAIS

A fim de recepcionar um grupo de rotarianos norte-americanos, que estará visitando Santo Amaro – no final do mês de abril - o Rotary Club de Santo Amaro nº 8.183 – já está a todo vapor nos preparativos – tudo a cargo de João de Deus (Presidente).


Sidney



O ENGODO DA CANDOLÂNDIA



Decreto Financeiro Nº 01/2012

Abre Crédito Adicional Suplementar no valor de R$ 1.276.336,66 (Um Milhão, Duzentos e Setenta e Seis Mil, Trezentos e Trinta Seis Centavos) e dá outras providências.




O Prefeito Municipal de SANTO AMARO

No uso de suas atribuições legais que confere a Lei Federal nº 4.320/64 e Lei Municipal

DECRETA:

Art. 1º - Fica Aberto um crédito suplementar no valor de R$ 1.276.336,66, para suplementação de Dotações abaixo descriminadas:

Código Especificação Valor

02.07.00 Sec.Mun.Desen....

10.17 - Des. Inst, do Bairro da Candolândia

3390.39.00 - Out Sserv. de Terc. P. Juri $ 1.276.336,66 2º A anulação correrá por conta da seguinte dotação orçamentária

02.07.00 - Sec. Mun. Desenv.Urbano, Obras.....

1008 - PURIFICAR O SUBAÉ

3390.39.00- Out Serv. de Terc. P. Juri $ 1.276.336,66


MANDAR OS MALDITOS EMBORA

Essa bela imagem causa transtornos enormes à população santamarense, e agrava a situação dos moradores ribeirnhos; o Subáe está inquieto, pronto para derramar suas águas por toda a cidade. O seu leito precisa ser cuidado, dragado, limpo. O lixo nele jogado precisa ser retirado. E tem dinheiro para isso? Tira-se de onde não deve, da rubrica 1008, UM MILHÃO E DUZENTOS MIL, Purificar o Subaé, para aplicar na Candolândia que tem retido na Caixa Econômica Federal, mais de OITO MILHÕES DE REAIS.

A irresponsabilidade do Prefeito Ricardo Machado chega a esse ponto. Deixa de adotar medidas preventivas contra possíveis enchentes no Subaé, para gastar com fogos, bebidas e shows, para dizer que está trabalhando com seriedade, e resolvendo o que os seus antecessores não fizeram ao longo de 40 anos.Vamos torcer para o Subaé não vomitar, porque, duas coisas irão acontecer:

1ª - A população vai sofrer e ter prejuízos financeiros;

2ª - O prefeito Ricardo vai gargalhar com o fato, e decretar CALAMIDADE PÚBLICA. Isso ele gosta!
 
 


Tudo que envolve dinheiro é um caso sério nessa administração; é complicado, é nebuloso.


A imagem acima é do ex Ginásio Santamarense, do também ex Clube Social Irapuru, e agora é o canteiro de Obras da MFP Construtora.

Quem está administrando esse imóvel? A Prefeitura? A quem pertence essa ruina? Aos sócios que compraram títulos de propriedade, ou já foi usurpado por algum sabido? O fato é que pertence a alguém. Outro fato é que alguém deu permissão para a MFP ali se instalar. Quem permitiu? De onde saiu a ordem? A MFP está pagando aluguel pela utilização do espaço? Quem recebe? Quanto recebe? Foi assinado qualquer tipo de contrato? Quem são os responsáveis pela permissão? Um coisa é verdadeira e gera um outro fato; o dinheiro do aluguel está indo para os cofres públicos? Para os sócios proprietários com certeza, não! Ou será que esse dinheiro está indo para o bolso de algum esperto? A Câmara de Vereadores deve uma satisfação ao povo, meu caro Presidente Artur.

A mesma coisa e com as mesmas indagações acontece com o espaço de propriedade do Município, no ex Centro de Abastecimento, transformado em quintal da Penha Papéis. Já cobramos da Câmara um pronuncia-mento sobre o assunto. Será meu Deus, que de terreno em terreno tem alguém por trás comendo o dinheiro da população? Transparência é uma necessidade.

50 CILINDRADAS E OUTROS TEMAS CONEXOS

Do mesmo modo que no artigo anterior busquei a proteção das crianças e dos adolescentes, com relação ao uso de drogas, mais uma vez assim o faço, porém enfocando no uso ilegal e irresponsável das chamadas cinquentinhas (as motos de 50 cilindradas - 50cc).

De imediato, vamos começar quebrando três mitos sobre essas motos de 50cc:

A) é sim obrigatório o uso de capacete;

B) apenas podem conduzi-las maiores de 18 anos;

C) e, exige-se uma autorização especial para a sua condução. Vamos tratar uma por uma.

A) O primeiro e, na minha opinião, o mais importante esclarecimento deste artigo, é o art. 1º, da Resolução n.º 203/2006, CONTRAN: “É obrigatório, para circular na vias públicas, o uso de capacete pelo condutor e passageiro de motocicleta, motoneta, ciclomotor, triciclo motorizado e quadriciclo motorizado”.

Ou seja, tem que usar o capacete nas motos de 50cc, pois é um item de segurança, que, apesar de parecer incômodo, é indispensável à vida de quem utiliza este meio de transporte.

Lembrem a existência de outros itens de segurança, como botas, luvas, jaquetas, calças, dentre outros.

B) Para a expedição da Autorização para Conduzir Ciclomotores (ACC), o cidadão deve ser penalmente imputável, i.e., ter idade mínima de 18 anos, a exemplo do que ocorre em relação à habilitação para conduzir veículo automotor.

Não podem, portanto, crianças e adolescentes conduzir os ciclomotores de 50cc.

Por se tratar de conduta ilegal e indevida, podem ser aplicadam ao menor medidas protetivas, especialmente no caso de reiteração, a teor do disposto no art. 98, III c/c art.101 caput da Lei nº 8.069/90 (Estatuto da Criança e do Adolescente).

De qualquer modo, fica aberta a possibilidade de responsabilização dos pais do adolescente que conduz irregularmente o ciclomotor, que poderão ser devidamente representados pela prática da infração administrativa prevista no art. 249, do ECA, vez que em tal caso estarão permitindo que seu filho pratique conduta contrária à legislação.

C) Agora, tratando sobre a autorização para conduzir ciclomotores, para conduzi-los é necessário possuir a ACC (Autorização para Conduzir Ciclomotor). Para obtê-la, exige-se procedimento e custo semelhantes ao da CNH (Carteira Nacional de Habilitação), além de ser maior de 18 anos.

Com efeito, o Código de Trânsito Brasileiro, em seu anexo I, conceituou o ciclomotor como sendo: "veículo de duas ou três rodas, provido de um motor de combustão interna, cuja cilindrada não exceda a cinquenta centímetros cúbicos e cuja velocidade máxima de fabricação não exceda a cinquenta quilômetros por hora".

Isto é, se tiver 50cc e a velocidade máxima for superior a 50 Km/h não é ciclomotor, mas sim uma motoneta ou motocicleta. Deste modo, para estas motos com cilindrada superior a 49 (motos com motor de 50cm³ ou maior), é exigido que o condutor possua a CNH de categoria “A”, ou seja, aquela que habilite o condutor a pilotar qualquer moto.

Existem, ainda, as bicicletas elétricas e afins são chamadas de ciclo-elétricos, que seguem as mesmas normas dos ciclomotores. Qualquer veículo elétrico de duas ou três rodas, que não ultrapasse 50Km/h, é considerado um ciclo-elétrico.

Sobre a condução destes veículos, conforme o art. 57 do CTB, os ciclomotores e ciclo-elétricos devem ser conduzidos na faixa mais à direita da pista de rolamento ou na borda da pista, quando não houver acostamento. Além disso, de acordo com art. 244 do CTB, eles não podem circular em rodovias que não tenham acostamento.

Feitas estas considerações, finalizo com um discurso um tanto quanto demagógico, mas, na verdade, muito preocupante: vamos zelar pelas nossas crianças. Pai, no lugar do ciclomotor, dê de presente uma bicicleta; se ele insistir avise que é ilegal. Exija, no mínimo, o uso do capacete; e fiscalize o seu filho, fiscalize...

Ediney Santana - As coisas e as pessoas

Duas personalidades religiosas neste país têm minha mais sincera admiração, a primeira é Dom Helder Câmara, antigo arcebispo de Olinda e Recife, Dom Helder morreu em 1999 depois de uma vida dedicada a sua crença religiosa, aos pobres e a democracia. Dom Helder ao levantar a voz contra a babaria da ditadura militar foi perseguido e humilhado, mesmo com todo sofrimento que suas posições políticas faziam desabar sobre ele nunca perdeu a fé no seu Deus e na própria igreja que muitas vezes não aceitava seu posicionamento político em defesa de um país justo e democrático. Dom Helder ganhou um total de 32 títulos doutor honoris causa em diversas universidades espalhadas pelo mundo. Foi reconhecido pelo seu profundo amor as causas que abraçou, ao amor pelo povo sofredor desse país e por sua voz forte contra as mazelas que sempre fizeram do Brasil um péssimo exemplo para o mundo.

Quando morreu morava em uma casinha simples, quase nada tinha além de alguns livros, sua batina e alguns objetos pessoais, o pequenino homem de voz poderosa viveu com o mínimo de conforto, sua paixão não eram as coisas e sim as pessoas.

A outra personalidade que tenho igual respeito é Chico Xavier, em vida Chico não teve outra bandeira a não ser levar conforto espiritual para qualquer pessoa que tivesse o coração ilhado pelo sofrimento. Era franzino e tímido, sua voz calma sempre trazia algo de conforto e paz, passou a vida toda dizendo o quanto o mundo seria melhor se amassemos mais as pessoas que as coisas. Quando morreu Chico Xavier já havia escritos cerca de trezentos livros, vendidos milhares e milhares de exemplares, mas nunca usou do dinheiro ganho com a venda dos livros para o seu bem pessoal, o dinheiro da venda dos livros foi para muitas das obras assistências que criou, Chico Xavier amava mais as pessoas que as coisas.

Falei desses dois homens de crenças distintas porque em algum lugar eles se encontram, se encontram no respeito e amor a vida, se encontram no amor as pessoas e não as coisas. Todos grandes homens e mulheres da humanidade eram amantes de pessoas e não de coisas. De nada vale uma casa bem feita, confortável se dentro dela seus moradores são infelizes, tristes e vivem cada um dentro da sua trincheira, armados e prontos para guerra. A vida não está nas coisas, esta nos bons corações que todos os dias batem não só para si, mas para a harmonia de todos que o cercam.

No entanto, o amor as coisas, ao poder do dinheiro, ambição e o crime como passaporte para uma vida de ostentação são quase sempre regras desse nosso tempo, se a humanidade chegou até aqui foi porque muitas pessoas deram suas vidas para enfrentar os monstros de egoísmos e vaidades.

Nada temos de nosso, somos seres de ilusão, nossos copos não são nossos, nossa juventude não é nossa, nossa velhice não é nossa, nada temos, somos a ilusão que breve o vento vai soprar como sopra qualquer grão de poeira. O tolo coração de hoje será despertado pela dor do amanhã que ao bater em sua porta vai dizer-lhe: você é gente, se esqueceu vai lembrar agora não pela alegria, mas por mim.

Se hoje esse teu dia for amargo, de desemprego, se hoje você foi traído ou abandonado não se desespere, porque nem a dor é em verdade nossa, em momentos de fragilidade ficamos mais sensíveis em acreditar na mentira, não se apegue ao passado, não espere por um sorriso salvador, anda, mesmo com todo peso não desista, é melhor caminhar sozinho que acompanhado pela falsidade, a falsidade que na hora da tua dor, fome ou queda riu e alargou sua solidão.

Somos pessoas e não coisas, ninguém nasceu para solidão ou para ver a vida ir lentamente pelo ralo da desesperança. Um dia no Pastel Music estava com Marcel Fiúza (uma das grandes revelações da nova geração de músicos da cidade, além de carismático, gentil e bom coração) se dirigindo ao nosso amigo Diego de Souza disse: “é preciso sempre buscar nossa utopia”. Estava certo o Marcel. Buscar sempre nossa utopia, a utopia é nosso lugar melhor, nossa condição de vida que nos faz feliz, buscar dentro e fora de nós a utopia é não parar quando todas condições nos dizem para fazermos isso.

Vamos cada um ao seu tempo buscar novos caminhos, essa vida melhor, esse amor que é sincero, as coisas que são realmente importantes e não o supérfluo que em nada melhora nossa condição de pessoas, desejo para mim e para você esse encontro maravilhoso entre o ser amado e nossa razão de ser gente e ser feliz.

Contatos: http://cartasmentirosas.blogspot.com

Editorial - Mudar e Preciso

Enquanto não tivermos capacidade e poder de decisão para aplicar medidas radicais de combate à corrupção, com firmeza, vamos nos contentando com decalques de consentimento, para inglês ver, enquanto a erva prolifera para exaurir os cofres públicos. Se assim quisermos!

Se ficarmos de braços cruzados, assistindo a banda tocar, novelas e mais novelas, programas policiais pela manhã, tarde , noite e madrugada, não vamos perceber que gestores públicos se apoderam dos recursos disponíveis (parcos) na mais nefasta ação de improbidade administrativa.

Alheios ao dever de fiscalizar, como cidadãos, a aplicação das regras que norteiam o procedimento de licitação de obras e serviços, seguimos aceitando que esses serviços sejam praticados com preços superfaturados.

Se olhos não ficarem atentos ao cumprimento das normas e regras que regem a aplicação dos recursos financeiros, estabelecidas pela Lei de Responsabilidade Fiscal, a escuridão vai dominar, e os artifícios para driblar tal Lei, se desenvolvem com criatividade para burla-la, para aumentar o caixa do gestor público.

Se nos fixarmos para o fato da Lei Orçamentária, aprovada pelas Câmaras Municipais, Estaduais e Federal, ter que ser seguida religiosamente pelo gestor municipal, podendo sofrer alteração no transcurso do ano fiscal, com a prévia autorização legislativa, e nos omitirmos no seu acompanhamento, os ratos passearão e toda sorte de irregularidade será praticada.

A roubalheira aos cofres públicos conta com um aditivo vez benevolente, vez rigoroso, só que em ambos os casos, sem valor quase algum. Se a motivação é técnica, pode, em tese, ajudar o gestor, mão-rápída, a se livrar das acusações. O roubo é premiado pela Câmara de Vereadores, ao rejeitar o parecer do TCM, que condena gestor, portanto, laureado pela façanha de roubar. Se a motivação é política, aí a coisa pode pegar. A Câmara de Vereadores se reúne e aprova o Parecer do TCM, tornando (agora) o gestor inelegível por 8 anos. Afinal, para que serve o Tribunal de Contas dos Municípios. Para nada! Serve sim para dar emprego a uma porção de gente, para não fazer nada, de concreto, em benefício da sociedade. Essa precisa se organizar para defenestrar esses Tribunais criados pela ditadura para coagir adversários com a ameaça da rejeição das suas contas e prisão; para isso foram paridos: dar sustentação ao famigerado golpe de 31 de março de 64. Precisamos, sim, de um grande Tribunal, com pessoas de condutas ilibadas,(Ficha Limpa) com alto conhecimento técnico do mister, nomeados pelo Estado e aprovados em Concurso Público, para não criarem dependências. Os Tribunais atuais, sofrem pressão política, e muitos Relatores modificam Pareceres para atender à amigos e companheiros, como o verificado com as contas da Prefeitura de Santo Amaro, ano de 2010, gestor Ricardo Machado.

A sociedade não pode ficar ao sabor de anseios e desejos inconfessáveis, precisa sim, de uma coisa séria, respeitada por todos e que tenha poderes, eliminando-se as Câmaras de Vereadores, que não examinam nada, e ‘‘motivados’’ pelos réus, votam, não com conhecimento técnico, mas, com o conhecimento do valor dos panetones. Está dado o primeiro passo. Acabemos com os Tribunais de Contas dos Municípios e criemos um organismo sério. Estamos em 2012, e as Contas da Prefeitura de Santo Amaro, ainda não foram votadas. Piada! Piada, mesmo

Capa - Edição 122

Betinho d´Saubara

FELIZ ANIVERSÁRIO: “O TROMBONE”


Noite histórica: 03/02/2012, Praça do Rosário, 13 – Santo Amaro – Bahia, quando das comemorações alusivas à passagem natalícia dos onze anos de circulação deste meio de comunicação, houve encontros e reencontros de familiares, amigos, colunistas e leitores ligados ao Jornal “O Trombone”, porém com bastante ênfase a presença de lideranças políticas (liberais e radicais) – que se dizem “preocupadas com a real situação do município pintado de vermelho, a fim de camuflar as mazelas”. Durante a ocasião festiva, houve uma importante reunião com diferentes ideologias políticas para repensar os destinos da caótica cidade de Santo Amaro, devendo-se esquecer as divergências político-partidárias. Os inúmeros convidados usando das palavras parabenizaram o jornal, expressando contentamento pela existência da imprensa, que é um “órgão de opinião pública” nas terras do massapê, e levaram ao conhecimento dos presentes os seus posicionamentos políticos, conforme fragmentos, a saber: “O Jornal “O Trombone” - merece os parabéns e o reconhecimento dos santo-amarenses, porque Aloísio Lago não vem sendo omisso aos problemas de Santo Amaro (Genebaldo Correia). “A cidade que não tem jornal é uma cidade de analfabetos” (Itagildo Mesquita). “Aloísio Lago - Santo Amaro agradece pela presença do Trombone. Não haverá sucessão em 2012, sem a queda de quem está no poder. Devemos usar a sabedoria, a humildade e forças divinas para vencer” (Justino Oliveira / Vice-Prefeito). “É hora de apararmos as arestas. Precisamos estar juntos (liberais e radicais)” (Raimundo “Saborosa” / Vereador). “A unidade deve existir em favor de Santo Amaro” (Flaviano). “A união deve ser feita” (Cassinho). “As pessoas devem descer do pedestal, e se aglutinarem para esta luta, para defender Santo Amaro – que precisa costurar (fazer a união das oposições)” (Jerônimo Júnior “Jerú”). “A união deve ser feita com oposição, capacitação por um Santo Amaro melhor” (Zopa). “Deve haver união. A decisão deve ser tomada com muita prudência, com muita sabedoria. Tudo deve ser pensado, na escolha da dobradinha. Deve-se baixar a vaidade, e pensar em Santo Amaro” (Binho / Vereador). “A união é difícil pelo que pensamos. A união deve ser feita para discutir os destinos de Santo Amaro, para escolher os nomes dos próximos governantes. Construir uma unidade de grupo, pensando nos Poderes Executivo e Legislativo. Mas, sobretudo no Legislativo porque democracia não se resume aos processos eleitorais, uma Câmara independente pode dar um basta a imoralidade, a qualquer momentos dos quatro anos de mandato. A união tem que ser em torno também das quinze cadeiras da Câmara. A maior autoridade aqui presente é o Vice-Prefeito Justino. Se a Câmara atual fosse digna do seu nome, não estaríamos discutindo a substituição do atual prefeito através das próximas eleições, pois a Lei já teria sido cumprida”  (Ulisses Amorim /cientista político). “Nós amamos Santo Amaro, e queremos o melhor. Não devemos deixar Santo Amaro no atraso da educação, da saúde”  (Jorge do INSS). “Cada santoamarense antes de pensar em si, precisa pensar no outro. E pensar no outro é conhecer, é amar a sua terra e a sua gente. Hoje é necessário mudar o foco da política: sair do plano material para o plano das virtudes” (José Carlos /Vereador). “Vamos nos unir e ganhar a eleição” (Genebaldo Correa). A festividade natalícia foi animada por Queiroz (teclados), Paizinho (sax) e Marotinho (voz), contando com as nobres presenças de Walmir Figueredo, Jorge do INSS, Ataíde, Claúdia,  Sidney, Giliard (radialista), Nauemberg e Lifeson Padilha (músicos da Banda Náusea) , Gervásio “Bilú, Luizinho “O gordinho”, Luciano Buisine (“Jornal –A Formiga / Saubara), Lilinho etc que saborearam delicioso caruru regado a cervejas geladas.

Edney Santana

AS FLORES PISADAS NO JARDIM


Era só mais um dia de trabalho, ela vendia seus doces, pobre como a maioria do povo, todos seus sonhos eram curtos: levar o pão para casa, o arroz e o feijão. Longe daquela praça, em um palácio homens “importantes” discutiam sobre poder e política, eram homens doentes, porque não sabiam sorrir, para mim todo ser incapaz de sorrir é um doente, doente perigoso porque também é incapaz de sentir a dor do próximo.

Uma pobre e indefesa criança de apenas sete meses de vida caiu ao chão, sua mãe uma vendedora de doces de apenas vinte anos de idade foi cravejada de balas por homens que disparam a esmo contra pessoas que estavam na Praça da Piedade em Salvador. Joseline Santos de Jesus Carvalho, morta quando amamentava seu filhinho, enquanto isso os homens poderosos e que não sabem sorri batem em uma mesa no palácio de Ondina, temem que a greve da PM atrapalhe o carnaval e afugente os turistas.

Quase duzentas pessoas foram mortas só em Salvador durante a greve da PM o mês passado, e a pior morte de todas: a incapacidade do povo de reagir diante ao desastre político de um governo que não entende a língua de quem sofre, a aceitação da dor e da humilhação como coisas normais.

O discurso do governo era tão somente com a preocupação em realizar um carnaval “seguro” para os turistas. A maioria dos artistas da música baiana se calaram diante ao horror da matança nas ruas da capital, alguns demonstram preocupação apenas com seus shows cancelados e também com o carnaval.

Boa parte desses artistas da chamada música baiana são patrocinado pelos governos e entre a dor do povo e suas contas bancárias preferiram sorri para seus extratos e calaram-se, não usaram do poder que têm para denunciar ao país o que acontecia na Bahia, foram cúmplices das desgraças que tanta dor causou ao povo invariavelmente pobre e negro.

O brasileiro pobre de modo geral só sente o quanto pouco ou nada vale para o governo e parte da sociedade quando a conta das suas misérias não podem ser pagas pelo bolsa família ou por um salário mínimo criminosamente mantido abaixo do que seria necessário para se comprar um cesta básica digna. Quando é espancado pela polícia no meio da rua, quando procura um hospital público e é tratado como um boi em um matadouro clandestino, quando vai prestar vestibular e descobre que é incapaz de ler um simples texto, quando é humilhado nas repartições públicas por algum servidor público que deveria ser o primeiro a zelar pela cidadania.

O inexpressivo ministro da justiça, porta voz da presidente Dilma, disse em Salvador que reservaria vagas em presídios federais para os PMs grevistas que cometeram atos de violência, realmente o que desejaria ouvir do porta voz da presidente é que os seis ministros demitidos por força da pressão da mídia não governamental também seriam levados para presídios e devolveriam nosso dinheiro roubado por suas taras criminosas de boa vida as nossas custas.

Eu tenho medo do meu país, sinto-me como aqueles escravos trazidos da áfrica, vivo sonhando com minha terra, um lugar no qual possa envelhecer, ser respeitado e cuidado em minha velhice, um lugar no qual a juventude não seja criminosamente ceifada sobre os olhares frios do governo, um lugar em que a polícia não seja usada como capitã do mato, que seja respeitada e nunca temida. Desejo um país diferente, não esse que quando a polícia comete excesso contra o povo não é punida e sim aplaudida pelo próprio governo, o mesmo governo que quis prender sua polícia violenta quando ela ameaçou o carnaval. Fazer uma greve e reivindicar melhores salários não pode, arrancar um olho de uma mulher pobre e negra com um cassetete pode.Como aconteceu com Almerinda Neves, 34 anos, no dia 22 de janeiro no Pelourinho em Salvador que teve o olho arrancado após ser agredida por um policial.

Se a morte da senhora que tombou com o filho nos braços fosse na Europa ou Estados Unidos eles mergulhariam em uma grave convulsão social e certamente o governador do estado seria obrigado a deixar o cargo, mas aqui é Brasil, a população tem a tola ideia de que aquela cena triste é só “ um fato isolado” que nunca vai se repetir, não há ao menos um sentimento interno de tristeza na maioria da população. Cadê o movimento negro? A UNE? Os movimentos estudantis? As centrais sindicais? Todos os movimentos sociais? Em que secretária ou ministério será que covardemente se escondem? Cadê os bravos deputados “ardorosos” defensores dos direitos humanos? Por que esse silêncio todo? Nenhum cargo ou posição dentro de um governo pode e deve ser maior que a vida de pessoa alguma, se há silêncio há cumplicidade com a dor e a barbaria. Na hora da sua dor todos esses deputados sindicalistas e falastrões que se dizem nossos representantes estavam em casa preparando o abadá para a maior festa “popular do planeta” financiada com o sangue dos nossos conterrâneos.

Contatos: http://cartasmentirosas.blogspot.com ou ediney-santana@bol.com.br

Sidney


Por: Sidney

Quando pensamos que caminhamos corretamente, eis que, verificamos estar andando como caranguejos: pra trás, ou como diria o velho Odorico Paraguaçu, pra trasmente. Não se pode conceber pilherias com coisas sérias, como é o caso do exercício de um mandato de vereador, que como repre-sentante do povo, deve ser exercido com responsabilidade, seriedade, abnegação e dedicação total, à quem, senão à ele?. Não vamos ficar com hipocrisia e dizer que as coisas mal feitas acontecem em Santo Amaro, não, acontecem em todos os lugares desse imenso Brasil, corrupto por excelência, desde Cabral. Os ingredi-entes da corrupção, se sofisticam e enchem os olhos dos ávidos por dinheiro fácil, para os que buscam as benesses do poder, encantadoras para o crescimento das suas contas bancá-rias, sem nenhum esforço, e para pseudo crescimento na sociedade, com aumento de status social e falsa respei- tabilide da população. Aí é que o trem pega: o malandro se esmera na malandragem, enche as burras com o dinheiro alheio e para o povo, dá uma banana, pouco se lixando que a vaca vá pro brejo e que a criancinha fique sem leite, sem escola e sem assistência médica. Infelizmente tudo não passa de uma grande e podre utilização do cérebro pra o crime: exaurir ao má-ximo os cofres públicos.



O GRANDE BAIANO

Ex-vereador pelo distrito do Acupe, famoso por protagonizar denúncias contra os gestores santamarenses, foi um que teve o privilégio, de na porta do Banco Bradesco, ouvir o desabafo do vereador Eduardo Freitas: ficam por aí dizendo que eu recebi 20 mil para votar projetos do prefeito. Não recebí não. Agora, se o prefeito Ricardo me der uma boa importância, que resolva os meus problemas e a minha vida, algo em torno de 100 mil, eu voto para aprovar as suas contas rejeitadas pelo Tribunal de Contas dos Municípios. Não é brincadeira não, pura verdade.



SABOROSA

Chegou depois ao local do crime, mas, ouviu o relato do ex-vereador Baiano, convencendo-se da sua realidade.



WALMIR FIGUEREDO

Teve confusão, fofoca política, o mano, está presente. Foi testemunha do grande desabafo do vereador Eduardo Freitas e se disse perplexo além de descrente no que ouviu do colega de Câmara, mas, disse: nem todos suportam as grandes adversidades da vida. Tenho passado por momentos difíceis, e os verdadeiros amigos têm me socorrido nas horas pretas. O importante é resistir as tentações e manter a dignidade. Tenho convicção que o colega vereador, embora não devesse, disse que sucumbiria por uns 100 mil reais.

Para mim, foi uma péssima brincadei-ra do colega. Vamos esperar para ver se eu tenho ou não razão, de dizer o que digo aqui e agora. O grande epílogo está por vir.



APERTO AO CERCO

A corrupção não tenham dúvidas, é uma erva daninha dos diabos. No setor público serve para engordar gestores nos mais variados e diversificados setores da administração pública financeira, e é uma exigência que a prestação de contas das atividades, esteja de acôrdo com um orçamento aprovado pela Câmara de Vereadores. Quando isso não ocorre o gestor se vale do mais descarado mecanismo de ajuste, a corrupção, para ver suas con-tas aprovadas pelo legislativo, especialmente agora com a implantação da Ficha Limpa, que tira de circulação o gestor corrupto na aplicação dos recursos públicos, quer por improbidade administrativa, quer por falta de lici-tação para obras e serviços, quer por superfaturamento, e o mais grave: meteu no bolso o dinheiro do povo. Nessa luta vale tudo.



O POVO NAS RUAS
É a solução para os muitos problemas criados por Vereadores, Prefeitos, Deputados, Senadores, Presidente da República, de empresas estatais de economia mista, enfim de todos que integram a administração pública, quer municipal, quer estadual e federal, e que sem nenhum pudor metem as mãos no dinheiro do sofrido povo bra-sileiro , satisfazem seus apetites , deixando o povo na rua da amaRgura.



COMBATE CORRUPÇÃO



Como é que se administra um paciente com febre intermitente? Com medica-çao diária e horária, sem descuidar, verificando sempre a sua temperatura. É dessa mesma forma que pudemos combater a corrupção, com vigilância diária e diuturna, para domar esse terrível dragão. A luta é de todos, espe-cialmente dos comprometidos com a moralidade pública.

Gleiber Vitória



Barrado no baile


A Candolândia fez a primeira vitima: Gleiber.

O ex-vereador é figura considerada descartável pelos atuais detentores do poder, apesar dos seus 400 e tantos votos, justamente nesse bairro, onde, apesar de não reeleito, manteve o seu trabalho de Irmã Dulce, socorrendo sempre a quem buscou um ombro amigo. Gleiber, teve o desprazer de não ser incluído na lista dos oradores, quando da inauguração de uma rua, no bairro. Entristecido, meteu a viola no saco, sorriu para a platéia e vai esperar 7 de outubro.

Quem está vindo?

A danada da corrupção, montada num jato super-sônico, queimando muita gasolina! Olhe, que es-tamos atentos às esgrimas daqueles que consi-deram que todo ‘‘homem’’tem seu preço, e mesmo assim, atuam com uma voracidade danada.

Querem calar o vereador Walmir Figueredo de qualquer sorte, que acuado por todos os lados, tem demonstrado equilíbrio e compromisso com a moralidade. Estão pagando pra ver, e verão. Ami-gos do vereador estão dizendo que ele não vai ancorar o seu barco em porto algum. Só na Tribuna.

O pau que dá em Chico, dá em Francisco



Jair do Derba, deixou o PP, sem que esse partido tivesse mudado o seu estatuto, ou a sua linha política-ideológica; não sofreu perseguição política e se aninhou no PSB. O Ex-vereador Baiano está doidinho pra retornar à Câmara de Vereadores. Jair, tem tudo pra cair. Se cair da corda, deixa a vereança, mas pode se candidatar nessa eleição.

Artur da Pedra, foi outro a deixar o PP, sem que se tenha notícias de perseguição política ou outras motivações. Foi para o PT, o que pode lhe custar o restante do mandato. O tiro no escuro dado por Artur é a possibilidade de vir a ser indicado candidato a Prefeito, pelo PT, na impossibilidade de Ricardo Machado concorrer, se cair na malha da Ficha Limpa. Possibilidade real.

Eduardo Freitas, o de situação mais delicada. Foi desobidiente ao PMDB quando da votação da análise das Contas do ex-prefeito João Melo. Deixou o partido sem que este lhe oferecesse qualquer tipo de constrangimento. A sua situação é bastante delicada e Magali (A Negona) está de olho bem aberto no mandato, que espera conclui-lo o mais rápidamente.

Walmir Figueredo, o de situação mais confortável entre os quatro, embora o vereador Jair do Derba considere o seu caso, junto com o de Artur, os mais administráveis, haja vista, terem sido respaldos por seus respectivos ex-partidos.Walmir, foi perseguido pelo PSC, teve prisão forjada pelo alcaide, e sua desfiliação foi patrocinada pela Juiza Eleitoral dessa comarca.

CÂMARA MUNICIPAL DE VEREADORES DE SANTO AMARO

A Câmara Municipal de Vereadores da Leal e Benemérita Cidade de Santo Amaro da Purifica-ção, lídima representante do sentimento do seu Povo, faz constar na ata dos trabalhos desta sessão, voto de profundo pesar pelo falecimento do Sr. José Carlos de Castro Teixeira da Silva, ocorrido no dia 12 do corrente, na Capital do Estado.

Teixeira como era conhecido por todos, grande amigo e exemplar chefe de família, ao partir para a Casa do Pai, deixa entre nós uma enorme lacuna. Grande amigo, era gente de bom papo, de comportamento simples e prestativo deixa como exemplo a sua forma generosa e simples de ser.

Agora em tempo, rogamos ao senhor para que conceda bênçãos e paz para a sua alma e seu espirito enquanto aqui, pedimos a Deus que tome conta de sua família, dando-lhe tranquilidade para que assim possam seguir a vida.

Da presente Moção, dê-se ciência a família enlutada e ao Jornal O Trombone.




LUCIANO CALDAS


INDICAÇÃO

Nº. 459 / 2012

Indica a Mesa desta Casa, para que após ouvir o Sábio Plenário da Egrégia Casa Legislativa, se digne de encaminhar ao Chefe do Poder Executivo Municipal a presente Indicação, no sentido de adotar as seguintes providências. CONSTRUÇÃO DE QUADRA POLIESPORTIVA NO BAIRRO DA CAEIRA, PARA ATENDER A COMUNIDADE DA AV. JOÃO SOLDADO, CONDE E A INVASAO DA NOVA SANTO AMARO.

INDICAÇÃO Nº.460 / 2012

Indica a Mesa desta Casa, para que após ouvir o Sábio Plenário da Egrégia Casa Legislativa, se digne de encaminhar ao Chefe do Poder Executivo Municipal a presente Indicação, no sentido de adotar as seguintes . COMPLEMENTAÇÃO DO CALÇAMENTO DA RUA DO CONDE.

INDICAÇÃO Nº.461 / 2012

Indica a Mesa desta Casa, para que após ouvir o Sábio Plenário da Egrégia Casa Legislativa, se digne de encaminhar ao Chefe do Poder Executivo Municipal a presente Indicação, no sentido de adotar as seguintes providências. REFORMA DA PRAÇA DR. RANULFO PARANHOS, BEM COMO A RECUPERAÇÃO DO CALÇAMENTO.

INDICAÇÃO Nº.462 / 2012

para que após ouvir o Sábio Plenário da Egrégia Casa Legislativa, se digne de encaminhar ao Chefe do Poder Executivo Municipal a presente Indicação, no sentido de adotar providências: EFETUAR O CALÇAMENTO DA RUA SILVESTRE DE PAULA FRANCO, NO LOTEAMENTO JARDIM VERDE VALE.
 
 
 
 
 
INDICAÇÃO

Nº.449/ 2012

O Vereador que esta subscreve, Indica a Mesa desta Casa, para que após ouvir o Sábio Plenário da Egrégia Casa Legislativa, se digne de encaminhar ao Chefe do Poder Executivo Municipal a presente Indicação, no sentido de adotar as seguintes providências no que diz respeito aos IMÓVEIS ABANDONADOS NO MUNICÍPIO, O QUE VEM CAUSANDO TRANSTORNOS AOS MORADORES VIZINHOS DOS MESMOS:

IMÓVEL SITUADO AO LADO DA IGREJA UNIVERSAL “ANTIGA CASA DE LÚCIO VITÓRIA”;

CASA DE PROPRIEDADE DA CAMURUJIPE LOCALIZADA NA TARZAN;

IMÓVEL SITUADO NA AV. RUI BARBOSA, PRÓXI-MO A CASA DO SAUDOSO NILO VALADARES.

INDICAÇÃO Nº.450/ 2012

O Vereador que esta subscreve, Indica a Mesa desta Casa, para que após ouvir o Sábio Plenário da Egrégia Casa Legislativa, se digne de encaminhar ao Chefe do Poder Executivo Municipal a presente Indicação, para que acione o setor competente a adotar as seguintes providências:

LIMPEZA COM SACHEAMENTO DO D. DE ACUPE.

INDICAÇÃO Nº.451/ 2012

O Vereador que esta subscreve, Indica a Mesa desta Casa, para que após ouvir o Sábio Plenário da Egrégia Casa Legislativa, se digne de encaminhar ao Chefe do Poder Executivo Municipal a presente Indicação, para que acione o setor competente a adotar as seguintes providências:

SACHEAMENTO AO REDOR DAS IGREJAS DA PURIFICAÇÃO E DOS HUMILDES.

INDICAÇÃO Nº.452/ 2012

O Vereador que esta subscreve, Indica a Mesa desta Casa, para que após ouvir o Sábio Plenário da Egrégia Casa Legislativa, se digne de encaminhar ao Chefe do Poder Executivo Municipal a presente Indicação, para que acione o setor competente a adotar as seguintes providências:

LIMPEZA DO RIACHO NA AV. JOÃO MELO.

INDICAÇÃO Nº.453/ 2012

O Vereador que esta subscreve, Indica a Mesa desta Casa, para que após ouvir o Sábio Plenário da Egrégia Casa Legislativa, se digne de encaminhar ao Chefe do Poder Executivo Municipal a presente Indicação, para que acione o setor competente a adotar as seguintes providências:

LIMPEZA E PAVIMENTAÇÃO DA RUA DO ALECRIM, NO FUNDO DO ESTÁDIO MUNICIPAL.

MOÇÃO N°. 131/2012

A Câmara Municipal de Vereadores de Santo Amaro, lídima representante da vontade soberana do seu povo, faz inserir na Ata dos Trabalhos da presente Sessão, sincerosVOTOS DE PESAR pelo falecimento do Senhor JOAQUIM DOS SANTOS, ocorrido no ultimo dia 08 de março do corrente.

Pai de família exemplar, bastante querido na comunidade, deixa com a sua partida, uma grande lacuna no seio de seus familiares e amigos. Com a sua partida, o Sr. Joaquim deixa 04 filhos, 05 netos, 04 bisnetos e a sua companheira de todas as horas, a Sra. Nilza Passos dos Santos.

Da presente Moção, dê-se ciência a família enlutada através da viúva Senhora Nilza Passos.
 
 
 
INDICAÇÃO

Considerando o relevante valor do acervo histórico, cultural e patrimonial que se encontra guardado em nosso Arquivo Público, bem como, o cuidado e o bom desempenho no atendimento ao público, dispensados pelos funcionários lotados naquele setor, que apesar de atuarem sem as devidas condições, são dignos de comentários elogiosos; o Vereador que esta subscreve, indica a Egrégia Mesa da Câmara de Vereadores de Santo Amaro, que depois de ouvido o Plenário na forma que estabelece o Regimento Interno, se digne a encaminhar o presente, ao Chefe do Poder Executivo, para que determine a Secretaria competente envidar esforços no sentido de:

Destinar um imóvel do Município para abrigar, exclusivamente, o Acervo do Arquivo Público;- Promover cursos de capacitação para os atuais funcioná-rios- Contratar profissional especializado para a orientação aos atuais funcionários, quanto à preservação e procedimento adequado na manipulação do acervo.

REQUERIMENTO Nº. 204 / 2012

REQUER, que encaminhe um ofício ao Tribunal de Contas dos Municípios – TCM, solicitando esclarecimento com relação ao andamento das Contas da Prefeitura Municipal de Santo Amaro, referente ao ano de 2009.

REQUERIMENTO Nº. 205 / 2012

O Vereador que este subscreve vem REQUERER, a MESA desta Casa Legislativa, que esclareça aos demais Vereadores e ao povo de que se trata e qual a razão do Mandato de Segurança contra o Presidente e a Câmara de Vereadores, tendo como impetrante o Sr. Ricardo Jasson Magalhães Machado do Carmo, cujo processo de n°. 0000227-53.2012.805.0228, de 09 de fevereiro de 2012 que se encontra com Excelentíssimo Sr. Juiz Dr. Alberto Fernandes Sales de Jesus nessa Comarca.



REQUERIMENTO Nº. 206 / 2012

Vereador que este subscreve, requer A ILUSTRE MESA desta respeitável CASA LEGISLATIVA, Guardiã Legítima das Leis e Gênese da emancipação dos direitos civis, políticos e sociais do povo santoamarense, que em consonância aos razoáveis desígnios do Plenário, na forma que dispõe o Regimento Interno, se digne a encaminhar o presente requerimento ao Chefe do Poder Executivo Municipal, para que sejam prestadas as seguintes informações:Quanto custou a desapropriação do terreno localizado a margem esquerda do Rio Subaé, nas imediações da antiga fábrica COBRAC, no fundo do Posto 4, onde seria destinado para Projeto Minha Casa, Minha Vida?Qual o valor do serviço ali realizado?
 
 
 
 
REQUERIMENTO
Nº. 202 / 2012

Tendo em vista, o fechamento do Hospital Otávio Pedreira, gerando sérios prejuízos à população santamarense, que deixou de ser atendida nas diversas especialidades pactuadas entre o referido hospital e o Governo do Estado da Bahia;

Tendo em vista, que com toda dificuldade, o Município de Santo Amaro não se negou a atender pacientes de outras cidades vizinhas, mesmo de forma deficitária;

Tendo em vista, que o Hospital Santa Casa de Santo Amaro, administrado pela Fundação José Silveira, tem condições estruturais para ampliar a oferta de atendimento à saúde do cidadão como maior eficiência;

O VEREADOR que esta subscreve, vem na forma regimental vigente, REQUERER à Mesa Diretora que se digne solicitar ao Secretário de Saúde do Estado, DR. JORGE SOLLA, a transferência das AIHs que eram destinadas ao Hospital Otávio Pedreira, para o HOSPITAL SANTA CASA NOSSA SENHORA DA NATIVIDADE em Santo Amaro, garantindo assim, o atendimento de urgência, emergência ambulatorial e inclusive a realização de pequenas cirurgias.

Requer ainda, que seja dado ciência deste Requerimento ao Governador JAQUES WAGNER, ao Deputado Federal ANTONIO BRITO e a Fundação JOSÉ SILVEIRA.

INDICAÇÃO Nº.463/ 2012

O VEREADOR que esta subscreve, na forma regimental vigente, INDICA à Mesa Diretora, após ouvir o Plenário, que se digne solicitar ao Exmo.Sr. Prefeito Ricardo Machado, determinar ao Setor competente, a colocação de REDUTORES de velocidade em frente a Escola José Silveira, fundo da Igreja do Rosário, no sentido de evitar excessos que poderão causar sérios acidentes.

É bom salientar, que a acessibilidade proporcionada pela atual administração com o tratamento asfáltico das ruas, tem facilitado a alta velocidade dos veículos, que ao aproximar-se da curva frente a citada Escola assusta a todos, principalmente os professores, alunos, funcionários e Pais de alunos que reivindicam urgentemente providências do Poder Público para que seja evitado uma tragédia de grandes proporções.

MOÇÃO N°. 129/2012
A Câmara de Vereadores da Leal e Benemérita Cidade de Santo Amaro da Purificação, lídima representante do mais puro sentimento do seu estimado povo, apresenta nesta hora voto de profundo pesar pelo falecimento do Sr. Reginaldo Bonfim, ocorrido no dia 12 do corrente, na Capital do Estado.

Regi Bobina como era intimamente conhecido por familiares e amigos, grande homem, exemplar chefe de família, estimado e dedicado amigo. Como profissional sempre dedicou sua atenção especial à Santo Amaro trabalhando por décadas em governos diversos como os dos prefeitos Genebaldo Correia, Valter Figueiredo, Raimundo Pimenta, Manoel Juliano de Vasconcellos e João Melo sempre servindo a sua Cidade com dedicação e zelo.

Regi era um desses santamarenses bairristas, que trabalhava de forma apaixonado por sua arte e por sua Cidade e deixará aberta no seio de sua família e de sua legião de amigos uma imensa e dolorosa lacuna.

Agora ante a dor e a saudade, rogamos a Deus que receba seu espirito e sua alma os guardando e concedendo luz para que descansem em paz como forma de agradecimento por tudo que fez para sua Santo Amaro querida e pelo bom legado que nos deixa.

Da presente Moção, dê-se ciência a família enlutada e ao Jornal O Trombone.



MOÇÃO N°. 132/2012
A Colenda Câmara de Vereadores, lídima representante da vontade soberana do seu povo, faz constar na Ata dos Trabalhos da presente Sessão, efusivos votos de Congratulações com a Ex-Secretária de Serviços Públicos e Meio Ambiente, Sra. SANDRA GOMES, que inclusive é sogra do atual Prefeito, pelo valoroso trabalho que desempenhou enquanto esteve à frente da referida Secretaria, contribuindo de forma significativa para resolver os diversos problemas do Município.

D. Sandra Gomes, uma mulher de fibra, embora criticada nesta Casa quando se fez necessário para despertá-la sobre as questões em que a morosidade prejudicava a sua Secretaria; sempre mereceu o respeito e a consideração de todos os Edis desta Casa das Leis, onde nunca deixou de participar como assistente assídua das nossas sessões legislativas.

Fiel ao Prefeito, aliás, a mais fiel dos seus Secretários, D. Sandra deixou a pasta dos Serviços Públicos de forma inesperada e inexplicável, deixando um enorme vazio na gestão municipal, que até hoje não conseguiu encontrar solução para os diversos problemas que afligem a comunidade, a exemplo da organização do trânsito e poluição sonora na cidade.

Assim sendo, o Vereador que esta subscreve quer registrar nos Anais desta Casa legislativo os sinceros votos de congratulações com a Ex-Secretária Sandra Gomes, fazendo justiça ao seu trabalho e um repúdio ao governo por sua demissão, para, quem sabe, o seu genro e atual Prefeito, possa rever a sua posição.

Da presente Moção, dê-se ciência a homenageada, ao Prefeito Municipal e aos Jornais da Cidade.



REQUERIMENTO N.º 208/2012
Tendo em vista, que o Egrégio Tribunal de Contas dos Municípios emitiu Parecer, opinando pela rejeição das Contas do exercício de 2009, do Exmo. Sr. Prefeito Ricardo Machado, cuja tramitação foi suspensa devido Liminar judicial, que inclusive foi declarada sem efeito em função do decurso do prazo e encontra-se impossibilitada de tramitar na Câmara de Vereadores em função do Agravo de Instrumento;

Tendo em vista, que as Contas do exercício de 2010, foi apreciada pelo citado Tribunal com Parecer favorável à sua aprovação;

Tendo em vista, que adentramos o exercício de 2012 e até presente data a Câmara encontra-se impossibilitada de julgar os Parecer emitidos pelo TCM, colocando emrisco a sua funcionalidade constitucional e credibilidade junto a opinião pública que tomou conhecimento que as citadas Contas não serão julgadas no tempo hábil, devido as articulações políticas, indo de encontro à Lei da Ficha Limpa;

O VEREADOR que esta subscreve na forma regimental vigente, REQUER à Mesa Diretora, que se digne solicitar do Egrégio TRIBUNAL DE CONTAS DOS MUNICÍPIOS, a remessa do Parecer Prévio que opina pela REJEIÇÃO DAS CONTAS DO EXERCÍCIO DE 2009 e 2010, de responsabilidade do Prefeito Ricardo Machado, sob pena de omissão no desempenho da função por parte desta Casa Legislativa.